Houseasy-Automação Residencial

Como a Houseasy pretende simplificar o acesso à automação residencial no Brasil

No Brasil, a Houseasy trabalha ativamente para que as pessoas tenham acesso à automação residencial e todos os seus benefícios. A ideia é permitir que qualquer um, não importa a idade, consiga aproveitar as facilidades e controlar seu lar com apenas alguns cliques. Inclusive, essa foi uma oportunidade de mercado que conseguimos enxergar e onde decidimos investir.

Uma pesquisa realizada pela Hibou, em 2021, mostrou que nos próximos dez anos o brasileiro desejará casas mais automatizadas, com menos fios aparentes. O principal objetivo é “unir o útil ao agradável”. Cresce a todo momento o interesse em um lar sustentável, com menos gastos de energia elétrica e água, que, em simultâneo, seja muito prático e confortável.

Assim, podemos afirmar que ter a facilidade de cuidar da sua casa com poucos cliques já é uma realidade. No entanto, uma pesquisa feita pela AURESIDE, em 2013, mostrou que, no Brasil, apesar de existir potencial para a utilização de sistemas automatizados, poucas casas usufruíam da tecnologia.

A explicação pode ser dada pelo encarecimento dos sistemas e a dificuldade de instalação, ao menos na automação tradicional. Ainda são usados muitos cabos e, é preciso contar com um profissional da área para implantar o sistema. Sem contar quem nem sempre a tecnologia é fácil de explicar para os idosos. E foi aí que a Houseasy quis fazer diferente.

A ficção que inspirou a realidade

Décadas atrás, viver em uma casa tecnológica era apenas um sonho, algo visto somente na ficção. Era uma época em que muitas coisas eram feitas à mão e poucos eletrodomésticos faziam parte da rotina dos moradores.

Assim, com livros, filmes e séries, era permitido imaginar um espaço diferente e muito moderno, mesmo que o intuito fosse apenas se distrair. Um exemplo era o desenho Os Jetsons, divertido e cheio de modernidades, com Rosie, a robô que controlava e mantinha em ordem toda a casa da família, auxiliando sua rotina.

Já para os fãs de Star Trek, as viagens da USS Entreprise e o comunicador do capitão Kirk eram o que mais chamavam a atenção. Anos mais tarde, este mesmo objeto inspirou o nosso conhecido smartphone, o item por meio do qual controlamos tudo que acontece em uma residência automatizada.

Voltando à casa da família Jetson, podemos dizer que vivemos algo muito parecido com a chegada da automação residencial. Claro que não temos uma robô interagindo conosco (ainda), mas conseguimos programar o funcionamento de alguns eletrodomésticos e eletrônicos, poupando tempo.

E se você deseja outro exemplo da ficção, porque não dar uma conferida no filme nacional Até que a sorte nos separe (2012)? Apesar de ser uma comédia, muito do que o longa-metragem mostrou já pode ser vivenciado.

Leia Mais:
>> Automação Residencial: a ficção científica que virou realidade
>> Como deixar sua casa segura com automação residencial

O que diz o COO da Houseasy sobre a automação residencial

Apesar de residências automatizadas não serem uma novidade para os brasileiros, muitos ainda estão acostumados com a versão tradicional. Mesmo que a pesquisa da Hibou mostre o interesse em aproveitar a tecnologia e suas facilidades, pode existir certo receio.

Foi pensando nisso que convidamos Pedro Baccarin, COO Houseasy, para tirar suas principais dúvidas sobre casas com automação e como a start up pretende simplificar seu acesso. A ideia é mostrar como funciona a nossa automação residencial. Confira tudo o que foi explicado por ele:

O que a Houseasy enxergou como oportunidade de mercado?

Pedro Baccarin (PB): Observamos primeiro um oceano vermelho, onde as empresas existentes no mercado de automação estão competindo em preços para vendas de peças de hardware que permitem fazer o controle remoto de um aparelho específico e não entregam muito além disso.

Em seguida, observamos a possibilidade de fazer uma real diferença na vida das pessoas. Nosso principal objetivo é trazer experiências incríveis no dia a dia de nossos clientes e usuários, transformando rotinas analógicas em experiências inteligentes e digitais.

Por que os seus sistemas são mais simples que a automação tradicional?

Pedro Baccarin (PB): A automação tradicional demanda de um gasto excessivo em tempo e dinheiro. Sem contar nas dificuldades de se executar obras elétricas invasivas na infraestrutura do local, depois de já estar finalizado.

Os equipamentos Houseasy, além de “plug and play”, oferecem uma usabilidade simplificada. Por meio do App Houseasy, desenvolvido por profissionais de “User Experience” (experiência do usuário), que trabalham focados em entender todas as principais demandas de usabilidade que facilitam a experiência e interatividade dos nossos usuários com os nossos produtos.

O que são seus diferenciais?

Pedro Baccarin (PB): Mais do que entregar automação, estamos focados em entregar uma experiência.

Podemos, através dos produtos Houseasy, entender hábitos de consumo de energia, status de funcionamento de lâmpadas e/ou eletrodomésticos, quanto estes aparelhos estão consumindo de energia e podendo até mesmo possibilitar a troca de aparelhos queimados sem que o usuário tenha que se preocupar com isso. Esse é o tipo de valor que a Houseasy está preocupada em entregar aos usuários.

O cliente precisa ter um bom entendimento em tecnologia para ter acesso à automação?

Pedro Baccarin (PB): Não, pelo contrário. Criamos uma tecnologia amigável e de fácil usabilidade, desenvolvida por profissionais focados em trazer a melhor experiência, desde os mais jovens até pessoas da melhor idade.

Como simplificar o acesso à automação residencial? Isso é realmente possível?

Pedro Baccarin (PB): A Houseasy tem provado que sim. Temos também nos dedicado na produção de conteúdo para blogs e sites de notícia, onde a Houseasy descreve para o mercado como isso é possível. Porém, o que as pessoas realmente querem saber é como isso pode acontecer na prática.

Por isso, estamos com campanhas fortes de marketing e desenvolvendo estratégias B2B (Business to Business) para que cada vez mais pessoas sejam impactadas pela nossa tecnologia.

Qualquer eletrodoméstico pode ser automatizado com o sistema da Houseasy?

Pedro Baccarin (PB): Sim, com a tecnologia Houseasy, qualquer eletrodoméstico tem o potencial de ser automatizado. Isso pode acontecer de forma direta, através dos produtos vendidos pela Houseasy que intermedeiam este processo, ou de forma indireta, onde aparelhos eletrônicos já saiam direto da fábrica contando com a nossa tecnologia.

Conte um pouco mais sobre o kit de automação da Houseasy

Pedro Baccarin (PB): Os nossos Kits de automação da Linha Easy, foram criados para facilitar o primeiro contato dos nossos clientes e usuários com a automação de ambientes e rotinas. Temos Kits de automação desde apenas 1 cômodo, 4 cômodos e até 8 cômodos.

Porém, caso o cliente queira customizar a quantidade de aparelhos, ele também tem a oportunidade de fazer isso escolhendo cada produto de forma individual.

Todos esses Kits contam com dispositivos capazes de controlar iluminação e eletrônicos com potência de até 600 watts (Easy Power), dispositivos que realizam o controle de televisores, ares-condicionados, sistemas de som e muitos outros (Easy Play), além do cérebro de comunicação da tecnologia Houseasy (Easy Mind) que permite o funcionamento dos outros dois módulos.

E o melhor, tudo isso pode ser adquirido sem maiores dificuldades, diretamente do e-commerce próprio da Houseasy. 

Conheça mais sobre a Houseasy

Após a leitura da entrevista com o nosso COO, Pedro Baccarin, você pode conhecer um pouco sobre a Houseasy, mas ainda temos muito o que compartilhar. Esperamos que suas dúvidas tenham sido esclarecidas. Agora, que tal conhecer nossos valores e quem somos nós?

“Queremos que sua experiência seja descomplicada, irreverente e queremos quebrar a barreira entre você e a tecnologia.” Vem para a Houseasy, sua casa automatizada começa agora.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Leia Também

Veja também